Saiba quais são as criptomoedas de metaverso

Saiba quais são as criptomoedas de metaverso
Saiba quais são as criptomoedas de metaverso – Foto Reprodução: Metaverso Wiki

O metaverso é um ambiente virtual onde os usuários podem migrar de um espaço para o outro, usando o mesmo avatar e itens que adquiriram nos outros lugares. E nesse ambiente, a economia é regida pelas criptomoedas de metaverso.

O conceito não é novo. Desde a década de 1990, inspirados por filmes de ficção científica, pesquisadores e engenheiros do Vale do Silício sonham com um mundo em que computadores seriam tão presentes no dia a dia a ponto de os usuários ignorarem sua presença.

O que isso tem a ver com cripto e blockchain

A implementação dessa utopia está diretamente ligada ao avanço tecnológico atual e a aposta de que o Facebook assume a dianteira desta corrida após ter rompido limites de hardware e software e estar quase pronto para demonstrar algo concreto.

“O Facebook possivelmente identificou que estava em um bom momento da tecnologia, que seria possível quebrar algumas barreiras de latência e de qualidade gráfica para dar uma melhor experiência para o usuário e evitar tonturas, que era algo que acontecia bastante”, explica o engenheiro de software do Cesar.

No entanto, em vez de MySpace e Orkut, o Facebook terá dessa vez um concorrente incomum e que opera segundo uma lógica diferente. Entusiastas de blockchain e criptoativos apostam que a descentralização é a saída para obter o poder computacional e a mão-de-obra de programação necessários para esta revolução.

“Na nossa visão, vamos entrar no metaverso por meio de jogos. O Star Atlas pode ser um deles”, aponta Alexandre Vasarhelyi, sócio e gestor da BLP Asset, em referência a um novo jogo em blockchain em desenvolvimento na Solana (SOL), uma plataforma rival do principal sistema operacional para apps descentralizados, o Ethereum (ETH).

Embora o jogo ainda não tenha sido lançado, um único trailer e a promessa de entregar gráficos de ponta foi capaz de atrair US$ 24 milhões nos primeiros dias de captação de investimentos e fazer dois de seus ativos digitais emitidos na blockchain dispararem 5.000% apenas na data de abertura do mercado secundário.

O que Dizem os Especialistas sobre as criptomoedas de metaverso

Para o especialista, o trunfo de soluções do tipo é distribuir o esforço entre muitas pessoas e máquinas para criar um mundo que requer capacidade computacional monumental e sempre online – o conceito de metaverso, afinal, prevê que ele estará disponível a todo momento.

Em vez de servidores e código proprietário do Facebook, os apps que rodam na blockchain são open source e, portanto, podem ser melhorados pela coletividade. Além disso, funcionam segundo um sistema de incentivos similar à rede do Bitcoin, que remunera com um token quem ajuda a manter a rede em pé 24 horas por dia. Nesta modalidade de metaverso, quem tiver interesse poderá ser pago para rodar uma parte do software na sua própria máquina.

“Até hoje ninguém conseguiu fazer, agora o Facebook vai tentar. Nossa aposta é que vai haver algumas blockchains operando em conjunto no futuro, mas ainda é cedo para afirmar quem será o ganhador”, afirma Vasarhelyi.

Apesar disso, investidores parecem querer escolher o cavalo vencedor desde já e apostam nos projetos em blockchain que podem surfar na onda de popularização do metaverso liderada pela Meta. Um dia após o anúncio da mudança de nome, os preços de vários criptoativos ligados a projetos de mundos virtuais passaram por crescimento expressivo.

O principal deles foi o Decentraland (MANA), ativo digital que disparou quase 70% em cerca de 24 horas. Ele abastece um mundo virtual criado de maneira colaborativa e que, recentemente, recebeu investimento de US$ 100 milhões da Binance Smart Chain, outra rival do Ethereum, que é patrocinada pela exchange Binance.

Os tokens Axie Infinity (AXS) e Yield Guild Games (YGG) também subiram entre 13% e 20% na expectativa de que a nova tendência levará mais usuários para jogos em blockchain que não são necessariamente potenciais metaversos, mas que bebem da mesma fonte.

Como as criptomoedas entram nisso?

As empresas percebem que podem usar tokens de criptomoeda para representar seus produtos ou serviços no Metaverso.

Por exemplo, você pode usar criptomoedas de metaverso para comprar produtos físicos de lojas online ou até mesmo terrenos virtuais de outra pessoa no Metaverso. Essas transações serão registradas no blockchain para que a propriedade possa ser facilmente verificada, mas nada pode impedi-lo de trocar esses itens entre pares confiáveis.

Aliado a isso, os tokens de criptomoeda também são resistentes à censura: nenhum fornecedor centralizado pode pegar seus ativos ou tokens. E, claro, os tokens de criptomoeda não exigem bancos ou outros intermediários financeiros de terceiros: tudo acontece diretamente entre os usuários.

Em suma, isso abre um mercado totalmente novo para produtos e serviços.


Quais são as criptomoedas de metaverso Veja Exemplos de moedas de metaverso

Criptomoedas de metaverso passaram por ganhos impressionantes por conta do anúncio do Facebook que passará a se chamar Meta, com a missão de “trazer o metaverso à vida”.

Por exemplo: MANA, o token do Decentraland, liderou o grupo, com ganhos de mais de 60%. Já o token SAND, do projeto The Sandbox, subiu 22%. Confira outras moedas de metaverso:

Decentraland (MANA):

Ela é uma das mais importantes criptomoedas de metaverso na atualidade. A plataforma de realidade virtual fomentada na blockchain Ethereum, que permite que os usuários criem, experimentem e monetizem conteúdos e aplicativos.

Enjin Coin (ENJ):

A Enjin Coin (ENJ) é o token da Enjin, empresa asiática que fornece produtos de jogos eletrônicos em blockchain. O ativo tem se destacado cada vez mais na comunidade cripto devido ao seu alto crescimento durante 2021.

The Sandbox (SAND):

The Sandbox é como um Minecraft em miniatura, dirigido pela comunidade e construído sobre o blockchain do Ethereum. SAND é a moeda que alimenta o ecossistema autossustentável do jogo The Sandbox, que permite aos jogadores construir e comercializar suas criações originais através da forma de NFTs (tokens não fungíveis).

IIluvium (ILV):

É a moeda do jogo Illivium . O ILV é usado para recompensar os jogadores por conquistas no jogo, dando aos jogadores o direito de compartilhar o cofre e é usado para governança no Illuvium DAO.

Axie Infinity:

A critpomoeda que surgiu do mundo dos games está conquistando cada dia mais investidores de ativos digitais. E não é por acaso: a performance dessa cripto em 2021 tem sido impressionante.

Aliadas a essas, temos as: Yield Guild Games, Radio Caca, UFO Gaming, StarLink, Star Atlas, entre outras.

Saiba quais são as criptomoedas de metaverso

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.